Páginas

quarta-feira, 16 de março de 2011

Amor de Infância



Simplesmente lindo!

Quem não teve um namoradinho, paquera ou amor platônico nessa idade??? Eu vivi minhas paquerinhas hahahahaha, mas é tudo tão inocente, tudo tão puro. Lembrei quando eu tinha 9 anos, que eu me mudei para um bairro novo e conheci 3 meninos que moravam no mesmo bairro. Foi muito engraçado, pois eu estava brincando de boneca com a minha irmã do outro lado da rua perto da minha casa, numa vala para escoar água de um igarapé, limpinha que dava pra tomar banho e dois deles iam passando por mim, eles tinham entre 10 e 11 anos, já não eram tão crianças, mas naquela época a mentalidade era muito diferente de hoje. Quando eles me viram, pararam por ali onde nós estávamos e ficaram brincando também, se exibindo, os meninos quando querem conquistar, ficam se exibindo pras meninas hahahaaha e eu com as bonecas, achando tudo engraçado,mas já me sentia atraída de certa forma . Passou o tempo, um dos meninos passou pela minha casa já com outro menino, eu estava na varanda com a minha tia que não teve o que fazer e chamou os meninos para irem lá, eu com vergonha fui me esconder no banheiro e tranquei a porta, depois de longo tempo de negociação e quando disseram que eles tinham ido embora eu saí.Estava dada a largada de disputa pela moça aqui. Os 3 meninos se apaixonaram por mim, me pediram pra namorar e eu tinha que decidir entre os 3 quem eu escolheria, já pensaram o que é isso pra uma menina de 9 anos? eles faziam de tudo pra me conquistar, até que chegou um tempo que a pressão foi aumentando, eu tinha que decidir rsrsrss, durou meses, eu não queria escolher ninguém, achava muito legal a presença deles, porque a gente brincava, se divertia, as vezes eu tinha tarefa da escola, ficava estudando e eles jogando bola na varanda da minha casa e o mais engraçado de tudo isso é que a secretária da casa sabia de tudo e adorava os meninos, ela acobertava, meu pai ainda era vivo na época e se soubesse de um negócio desse, fritava todo mundo hahahahah. Até que eu tive que escolher alguém, mas escolhi na má vontade, pois não queria que os outros parassem de me visitar, foi o que aconteceu, quando escolhi, acabou a graça, nem o que eu escolhi deu certo, porque era tudo muito infantil. Sentia falta das visitas deles. Nos mudamos novamente. Anos depois encontrei apenas um dos 3 e não foi o que eu escolhi rsrsrs, mas a mágica já não era a mesma, já erámos adolescentes entrando na fase adulta.

4 comentários:

Angel disse...

Oi amiga ... é, eu lembro também dessas paixonites infantis. Não tenho nenhuma tão marcante quanto essa sua, não nessa idade ... a primeira que marcou foi um pouco mais tarde, no início da adolescência :)
Tão bom guardar essas coisas bonitas no coração, né?
Beijo, minha linda.
Angel.

Gisley Scott disse...

Minha filha vc com 9 anos e com 3 meninos apaixonados? Imagina na adolescência, a mulher arrasou!!!!

Hahahahaha! esse vídeo é tão lindo!!! é impressionante ver a pureza hoje tão extinta :(! A cara dele quando a menina disse que ele era o namorado dela foi sem preço!!! hahaha, ou seja, esse tempo todo ele poderia estar andando de mão dadas com ela há muito tempo!

amor de criança é tudo de bom!
bjos

Luma Rosa disse...

A carinha que ele faz quando ela diz que ele é o namorado é muito fofa!! Mas não sei se é legal incentivar as crianças a namorar. Muitas vezes censurei pessoas que sem pensar perguntam as crianças "E aí, já tem namorado?". Mas é lógico, que sempre temos desde criança, a quem dedicar a nossa atenção, muitas vezes confundindo o sentimento de amizade com o amor, mas enfim, o medo com certeza atrapalha! Se não arriscarmos, deixamos escapar muitas oportunidades.
Engraçado, você postou sobre Adele, veja os caracteres exibidos na verificação de palavras quando fui comentar
Bom fim de semana! Beijus,

Rydi disse...

Angel amiga, as vezes fico rindo sozinha dessas lembranças :)

Gi, melhor deixar quieto essa parte XD

Luma, nossa!! é muita coincidência ter o nome da adele. Concordo com você em não incentivar as crianças à namorar, também sou assim, mas o video mostra a pureza da coisa, não houve incentivo, tá certo que a pergunta foi meio capciosa, mas depois daquilo ali, se ninguém ficar cutucando, eles esqueceriam facilmente e o amor inocente continuaria sabe lá até quando, ou até eles mudarem de escola :)